Carroça de Mamulengos

Janeiros

Esta é a vez do era uma vez no rumar sem fim de quatro irmãos, vindos de terras distantes, lá de onde viver é um eterno bailar entre a vida e o sonho. Trazem consigo, em caixas e memórias, tudo que é tipo de pedaço deste tal outro mundo. Aos que espiam este anda-anda dos irmãos por uma fresta do tempo, são cantadas e contadas estórias sonhevividas ao longo dos tempos.

Com lirismos e brincadeiras, o espetáculo conta a história de um homem que plantou seu sustento por onde passou. Em suas andanças, ele encontrou a velha mais velha da terra, a mãe coragem que ousou domar o Boi Bravo do Tempo. Vai e vem Janeiro e os artistas-andantes estão na beira de um caminho decidindo o que fazer da vida, buscando encontrar entre caixas, memórias e sonhos o presente que a velha plantou na terra.

Em "Janeiros", os irmãos Gomide, Maria, João, Isabel e Luzia, se apresentam ao lado da pequena Ana, filha de Maria e nova integrante da família, com apenas 3 anos. Diante do público, quando o encontro se dá, é isso que fazem: semeiam o encanto das narrativas de que eles são feitos no canto fértil do coração de cada um. E, depois, seguem pelo caminho...

Ficha técnica

Concepção e argumento: Carroça de Mamulengos
Direção: Rodolfo Vaz
Direção musical, composição e arranjos: Beto Lemos
Dramaturgia: Raysner de Paula e Maria Gomide
Brincantes: Maria Gomide, João Gomide, Isabel Gomide, Luzia Gomide e Ana Gomide
Cenário e figurinos: Wanda Sgarbi
Criação e construção dos bonecos: Carlos Gomide
Assistência de direção: Fernanda Vianna e Juliana Pautilla
Preparação corporal: Marcela Rosa, Juliana Pautilla e Fernanda Vianna
Preparação vocal: Babaya e Isabella Arvelos
Cenotécnia e adereçagem: Carlos Gomide, Francisco Gomide, Antonio Gomide e Camila Polatscheck
Desenho de luz: João Gioia
Sonoplastia: Francisco Gomide
Poesias: Antonio Gomide
Desenhos: Isabel Gomide
Fotografia: Samuel Macedo
Arte Gráfica: Flavia Correia